Surf Sustentável: Dicas para viagens de surf com o mínimo impacto ambiental

surf sustentável

Surf sustentável é muito mais que o conceito de pegar ondas, mas uma filosofia de vida que busca minimizar o impacto ambiental associado à prática, focando na promoção da conservação dos oceanos. 

Os surfistas sustentáveis procuram minimizar sua pegada de carbono, optando por materiais reciclados ou biodegradáveis em suas pranchas, trajes de neoprene e acessórios.

O cuidado vai além do ato de surfar, envolvendo uma conexão mais profunda com os oceanos, apoiando iniciativas de conservação marinha, como limpezas de praia e programas de educação ambiental.

Nesse artigo vamos te explicar como o surf sustentável é não só uma tendência – como uma necessidade para o planeta – reduzindo danos e estimulando a conservação dos mares.

A importância do surf sustentável 

O surf é um esporte maravilhoso, mas a sua prática tradicional pode ter um impacto ambiental negativo se não for consciente e sustentável.

Um dos principais impactos está relacionado aos materiais usados na fabricação de pranchas e equipamentos. Elas costumam ser feitas de poliuretano ou poliestireno expandido, materiais não-biodegradáveis e que podem levar centenas de anos para se decompor quando descartados.

Além disso, os trajes de neoprene, utilizados para manter os surfistas aquecidos em águas frias, são feitos com borracha sintética que também impacta negativamente a natureza. 

Do mesmo modo, é preciso estar atento ao aumento da popularidade do esporte, que pode levar à superlotação em certos destinos, resultando em maior erosão costeira e degradação dos ecossistemas marinhos.

Embora o surf seja uma atividade que oferece grandes vantagens como o contato com a natureza, benefícios físicos e mentais, é importante reconhecer que a sua prática tradicional pode ser prejudicial para os mares. Por isso, reforça-se o uso de uma abordagem mais consciente: o surf sustentável.

A relevância da conservação marinha para a comunidade surfista

Proteger os oceanos é uma necessidade. A emissão de gases causadores do efeito estufa, como a queima de combustíveis fósseis, faz com que as águas absorvam mais carbono do que o normal. Com o aumento da temperatura do planeta, organismos mais sensíveis, como recifes de corais, podem não resistir. Isso também pode ocorrer com outros animais.

De acordo com dados do WWF, ONG que luta contra a degradação ambiental, em 40 anos a biodiversidade marinha do planeta foi reduzida pela metade, com algumas populações de peixes caindo em 75% e recifes de corais reduzidos em 34%.

Isso reforça o nosso olhar para o cuidado com os oceanos, visto que eles produzem mais da metade do oxigênio que respiramos e são responsáveis por transportar calor entre diferentes regiões para regular o clima da Terra.

É essencial pensarmos em estratégias para a conservação marinha, como o surf sustentável, que pode ajudar a minimizar esses impactos e garantir que as gerações futuras possam desfrutar dos oceanos da mesma forma que nós.

surf sustentável

Surf tradicional x Surf sustentável

Já vimos que o surf sustentável é uma abordagem consciente e responsável em relação à prática do surf, com foco na preservação do meio ambiente e na promoção da sustentabilidade dos oceanos. 

Ao comparar o surf sustentável com o surf tradicional, vemos que, muitas vezes, não são levados em consideração os os impactos ambientais da atividade. Além disso, podemos apontar mais algumas  entre os dois modos de praticar o surf:

  1. Escolha de materiais eco-friendly: Enquanto o surf tradicional utiliza pranchas feitas de poliuretano ou poliestireno expandido, o surf sustentável prioriza materiais eco-friendly, como materiais reciclados, como EPS (poliestireno expandido) reciclado, bambu ou outros que sejam biodegradáveis.
  1. Uso de trajes e acessórios sustentáveis: No surf sustentável, os surfistas optam por trajes de neoprene feitos de borracha natural ou reciclada, ao invés da borracha sintética, como na modalidade tradicional. Além disso, acessórios como leashes e parafinas são escolhidos priorizando materiais reciclados e biodegradáveis.
  1. Redução do consumo de recursos naturais: No surf sustentável são adotadas práticas menos poluentes, como o transporte compartilhado para chegar às praias, o uso de pranchas de segunda mão ou a participação em programas de reciclagem de equipamentos de surf.
  1. Participação em iniciativas de conservação marinha: Os surfistas sustentáveis se envolvem em iniciativas de conservação marinha, como limpezas de praia, monitoramento da qualidade da água e campanhas de conscientização sobre a importância da preservação dos oceanos.

Em resumo, o surf sustentável representa uma mudança de paradigma em relação à prática tradicional desse esporte, priorizando a preservação do meio ambiente e o bem-estar dos oceanos. Ao adotar esse pensamento mais consciente, é possível desfrutar de um esporte incrível, sem prejudicar a vida marinha. 

Implementando práticas de surf sustentável 

Os equipamentos eco-friendly (como citamos acima) podem ser grandes aliados dos surfistas, pois ajudam a minimizar o impacto ambiental da prática, promovendo a preservação dos oceanos. 

Além deles, há outras estratégias que podem ser adotadas:

  • Equipamentos em boas condições e com manutenções regulares, minimizando o desperdício, o consumo de recursos naturais e aumentando sua vida útil;
  • Descarte adequado de materiais em programas de reciclagem ou outras iniciativas;
  • Protetores solares livres de substâncias químicas nocivas aos corais. Fórmulas a base de óxido de zinco e dióxido de titânio oferecem uma proteção eficaz contra os raios UV de forma não prejudicial, diferente dos convencionais.

Turismo Sustentável e Surf podem andar lado a lado

Escolher destinos que apoiam a conservação marinha é fundamental para os surfistas que desejam desfrutar das ondas e contribuir para a proteção dos oceanos. Vamos as dicas para quando esse momento chegar:

Pesquise e apoie locais com iniciativas de conservação e áreas que tenham reservas marinhas. Ao colaborar com programas de monitoramento da vida marinha, projetos de recifes artificiais ou programas de educação ambiental voltados para os surfistas e moradores locais, o surfista está agindo de maneira ativa para promover um surf mais sustentável. 

Nossa dica é a Costa Rica, um lugar lindo e que possui iniciativas sustentáveis, como o Proyecto Camino Verde. Inclusive, temos um guia gratuito com dicas para quem deseja pegar umas ondas nesse local e aproveitar muito as belezas das praias.

  • Apoie empresas locais sustentáveis: Isso inclui escolas de surf que oferecem aulas de educação ambiental, operadores de turismo que promovem práticas sustentáveis e restaurantes que servem frutos do mar sustentáveis e produtos locais.
  • Escolha acomodações eco-friendly: Opte por hospedagens que tenham políticas ambientais claras e que adotem práticas sustentáveis, como reciclagem, conservação de água e energia renovável. 
  • Participe de atividades de conservação: Ao visitar um destino de surf, participe de atividades, como limpezas de praia, monitoramento da vida marinha, plantio de manguezais ou envolvimento em projetos de restauração de recifes de coral. 
  • Respeite o meio ambiente marinho: Essa não é a sua casa, mas é a de muitos animais que têm o mar como seu lar. Evite atitudes irresponsáveis como jogar lixo na água ou tomar banho em áreas de preservação.
surf sustentável

Surfistas e o seu papel como defensores do oceano e aliados à legislação ambiental

As pessoas que possuem essa conexão forte com o oceano e passam horas nas ondas, desempenham um papel importantíssimo na luta pela sustentabilidade e preservação dos mares. 

Além dos pontos já citados anteriormente, educar outros membros da comunidade do surf sobre questões ambientais e inspirá-los a agir, é um grande feito. É possível criar um movimento para responsabilizar governos e empresas a implementarem políticas e práticas sustentáveis para proteger áreas oceânicas vulneráveis.

Conheça as políticas que afetam o surf sustentável

As políticas que afetam o surf sustentável abrangem uma grande quantidade de questões relacionadas à preservação dos ecossistemas costeiros, proteção da vida marinha e promoção de práticas sustentáveis nas áreas costeiras. 

Abaixo vamos te explicar algumas delas:

  • Conservação Marinha e Costeira: Visam proteger ecossistemas sensíveis, como recifes de coral, estuários e manguezais. Eles desempenham um papel fundamental na saúde dos oceanos e na sustentabilidade das comunidades 
  • Gerenciamento de Resíduos Plásticos:  Para reduzir a produção de plásticos descartáveis, promovendo a reciclagem e implementando medidas para evitar que resíduos plásticos cheguem aos oceanos.
  • Qualidade da Água e Saneamento: Promovem a melhoria da qualidade da água costeira e o tratamento adequado de esgoto e escoamento urbano. Isso é essencial para garantir que as praias e os locais de surf sejam seguros e saudáveis para os surfistas e banhistas. 
  • Planejamento Costeiro e Zoneamento: Buscam equilibrar o desenvolvimento econômico com a proteção ambiental nas áreas costeiras. Isso envolve a criação de regulamentos para controlar o desenvolvimento urbano e industrial próximo à costa. Além disso, protege habitats naturais e promover práticas de construção e desenvolvimento sustentáveis.
  • Turismo Sustentável:  Trabalham para minimizar os impactos negativos do turismo na natureza e nas comunidades locais, enquanto maximizam os benefícios econômicos e culturais. Isso pode incluir iniciativas de educação ambiental, por exemplo.

Ao implementar políticas eficazes nessas áreas, os governos e as organizações podem ajudar a proteger os ambientes de surf. Com isso, garantem um futuro sustentável para as gerações futuras.

Algumas Iniciativas de Surf Sustentável

No Brasil, existem várias organizações e projetos dedicados a promover o surf sustentável. Elas combinam a paixão pelo esporte com a conservação ambiental e o desenvolvimento comunitário. Conheça-os abaixo:

  • Instituto PEA: É uma organização sem fins lucrativos que desenvolveu o Projeto Ecoanzol. Seu objetivo é conscientizar os surfistas sobre a importância da preservação dos oceanos e vida marinha. Promove práticas sustentáveis de pesca e conservação dos ecossistemas costeiros.
  • Rios de Encontro: Localizado em Marabá, no Pará, é um projeto social que utiliza o surf como ferramenta de transformação social e ambiental. Trabalha com jovens de comunidades locais, oferecendo aulas de surf, educação ambiental e oportunidades de empoderamento comunitário.
  • Surf Eco Festival: É um evento anual realizado na Praia de Itamambuca, em Ubatuba/SP. Além de competições, promove atividades ecológicas, como mutirões de limpeza de praia, palestras sobre conservação marinha e feira de produtos sustentáveis. 
  • Projeto Surf Sem Lixo: Criado em Florianópolis/SC, é uma iniciativa que reúne surfistas e voluntários para realizar ações de limpeza de praias e conscientização ambiental. Promove a redução do uso de plástico descartável e incentivando a reciclagem.
  • Instituto Povo do Mar: Localizado em Fortaleza/CE, utiliza o surf como ferramenta de inclusão social e educação ambiental para jovens em situação de vulnerabilidade. Oferece aulas de surf e programas de educação ambiental.

Essas são apenas algumas das muitas organizações e projetos brasileiros que estão trabalhando para promover o surf sustentável e proteger a vida marinha. Através de suas iniciativas e compromisso com a conservação, é possível inspirar surfistas e comunidades a se tornarem defensores dos oceanos e da sustentabilidade.

Conclusão

Nesse artigo, você aprendeu como é importante adotar práticas de surf sustentável. São pequenos passos que, quando abraçados por todos, fazem total diferença

Mas não para por aí. Sabia que é possível aproveitar destinos incríveis de surf? Seu sonho é viajar por praias e conhecer diferentes locais através do surf? Nós vamos te ajudar!

A Surf Trips oferece os melhores roteiros e dicas para ajudar você a realizar a melhor viagem de surf da sua vida. Você tem acesso a vários pacotes, onde é possível personalizar a sua viagem como quiser. São inúmeras possibilidades para fazer esse momento se tornar inesquecível!